GERAL

Empresa que vai implantar usina de etanol de milho em Sorriso deixará de pagar impostos municipais por 10 anos
Produção prevista é de 530 milhões de litros de etanol por ano
GERAL16/11/2019 11h36






Um projeto de lei que prevê incentivos fiscais para que uma usina de etanol de milho seja implantada em Sorriso, foi sancionado nesta semana. Como forma de incentivo, o município deve conceder à empresa isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) pelo prazo de 10 anos.

Pelo mesmo período, segundo o prefeito Ari Lafin (PSDB), a prefeitura concederá 60% sobre o Imposto Sobre Serviços (ISS) e até 50% nas taxas de fiscalização efetuadas internamente pela prefeitura.

“Faço com que essa empresa possa ter a certeza de que Sorriso também é o município no qual está de portas abertas para que marcas importantes venham para a geração de empregos. Aqui é um município sério e também tem propostas para se tornar atraente”, ressaltou.

A empresa deve investir R$ 1 bilhão para a implantação de uma indústria em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. A produção prevista é de 530 milhões de litros de etanol por ano.

Esta mesma empresa já possui indústrias de etanol de milho em Lucas do Rio Verde e em Nova Mutum, a 360 km e 269 km de Cuiabá, respectivamente.




COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM