VERA

Odimar fala sobre viagem à Cuiabá e futuras indicações
Vera13/11/2019 13h45 Fonte: Assessoria






Falou sobre viagem à Cuiabá onde com ele esteve o presidente Antônio Pena Fiel. Eles foram ao INCRA conferir a assinatura de 22 Contratos de Concessão de Uso (CCU) para os assentados de Vera. Agradeceu ao presidente que segundo ele, tem sempre apoiado esse trabalho.

Também esteve na Empaer entregando ofício pedindo o encaminhamento de Documento de Aptidão ao Pronaf (DAP) onde há um esforço conjunto entre a própria Empaer, Cooperativa CooperCeleste, Associação Alto Celeste e Secretaria de Agricultura.

“Tivemos uma reunião muito importante com Reinaldo Lof que é o presidente da Empaer onde está se trabalhando um projeto de incentivo entre a instituição e a Secretaria de Agricultura familiar do Estado (SEAF) através do secretário Silvano Amaral. Nesta oportunidade nós fomos atendidos pelo secretário adjunto Silvio já que Silvano precisou atender uma convocação do governado”, disse Odimar.

Antônio pediu uma parte e acrescentou que esteve em contato com o presidente do Intermat para buscar a regularização da documentação das “Casinhas da Caixa” situadas no Bairo Vida Nova. Ele afirmou que há a possibilidade de que seja feita a entrega dos documentos.

Odimar também falou sobre duas futuras indicações que fará na próxima sessão, segundo ele, são demandas cobradas pelos assentados do Assentamento Jonas Pinheiro II.

Ele explicou que uma delas é a necessidade de que os carros da saúde que levam pacientes para Sorriso ou outras cidades à frente, passem pelo assentamento, pois muitos parceleiros precisam viajar 50 km até a MT-225 para esperar o carro e depois mais uma vez voltar para buscar essas pessoas pois há propriedades que ficam há 25 km distantes da rodovia asfaltada. Ele então pede o entendimento da administração para que quando houverem pacientes do assentamento que esses carros utilizem a estrada que passa por dentro daquela comunidade e já dá acesso à BR-163.

A outra indicação que fará será pedir que o município inclua no atendimento dos Agentes de Saúde a localidade Vale do Celeste, que hoje já possuem rede de energia elétrica, mas estão desassistidos. Ele salientou que além disso, é exigido pelo INCRA que as casas tenham a ficha do atendente de saúde para preencher os requisitos de cliente da reforma agrária.

Referente aos projetos debatidos e votados na noite, ele disse que entende que não há recurso para aumentar para todos os funcionários. Além disso entende que quem vai ganhar 50% de acréscimo merece até mais. “Mas acredito que de repente possamos fazer esse ajuste e parabenizo ao senhor líder do executivo Gilmar Luiz por estar tentando mais uma vez buscar esse entendimento”, finalizou.




COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM