POLÍTICA

Guilherme Maluf é eleito presidente do TCE por unanimidade
A eleição de Maluf já era esperado. Isso porque de acordo com o Regimento Interno, os conselheiros interinos são proibidos de votar e disputar os cargos de presidente, vice.
POLÍTICA06/11/2019 09h17 Fonte: O Fato






Oito meses após alcançar a vaga de conselheiro de Contas, Guilherme Maluf foi eleito presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) por unanimidade. Também por unanimidade, Campos Neto foi eleito vice-presidente. A votação foi realizada na manhã desta terça-feira (5) e escolheu a liderança do TCE para 2020 e 2021.

 

A eleição de Maluf já era esperado. Isso porque de acordo com o Regimento Interno, os conselheiros interinos são proibidos de votar e disputar os cargos de presidente, vice e corregedor.

 

Em seu primeiro discurso depois de eleito, Guilherme Maluf pediu União entre conselheiros e servidores, para que o Tribunal de Contas possa exercer sua função de maneira correta. "Talvez essa seja a missão mais importante da minha vida. Já estive em missõesdelicadas, quando fui presidente da Assembleia com ex-governador preso, e, mesmo, assim ajudamos o Estado, devolvendo recursos', lembrou Maluf.

 

Guilherme Maluf assumiu o cargo de conselheiro no dia 1º de março deste ano, após uma indicação, nomeação e posse conturbada, Guilherme Maluf assume a vaga estava sem indicação desde 2014, quando Humberto Bosaipo renunciou da cadeira. Antes, o conselheiro interino Luiz Carlos Azevedo Costa Pereira, ocupava a função.




COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM






POLÍTICA  |  07/11/2019 - 08h


POLÍTICA  |  05/11/2019 - 09h