SORRISO

Vereador Odimar Gehlen fala sobre Reunião na CooperCeleste, em Sinop, e liberação de DAP
Sorriso25/10/2019 09h05 Fonte: Câmara Municipal de Vera






Odimar Gehlen, comentou na última segunda-feira (21), sobre reunião acontecida na CooperCeleste cooperativa dos produtores da Comunidade Alto Celeste, Assentamento Jonas Pinheiro II. Estiveram presentes o Secretário de Agricultura de Vera/MT, além de técnicos da Empaer e CooperNova (cooperativa de Terra Nova do Norte/MT), o assunto foi o início de uma parceria de trabalho no seguimento de hortifruti já que as duas associações já desenvolvem sociedade no manejo do Leite.

Também relatou que esteve em Sinop/MT no lançamento da Superintendência Executiva e Varejo da Caixa Econômica Federal. Gehlen parabenizou o deputado Juarez que segundo ele, foi um grande lutador para a vinda desse órgão que vai ser importante para todo norte de Mato Grosso.

Ainda em Sinop, relatou que esteve na Justiça Federal acompanhando o processo de regularização do Assentamento Jonas Pinheiro. “Recebemos uns telefonemas meio estranhos, fora de horário, começaram de novo uns movimentos meio esquisitos, mas não somos muito assustados, mas graças a Deus a gente entende porque tem uns nervosos porque as coisas estão se ajeitando e ficamos mais tranquilos quando vemos as manifestações do Ministério Público Federal, o que nos deixa mais contentes porque sempre fomos pelo caminho certo e estamos começando a colher os frutos”, completou.

Neste sentido disse estar feliz também porque já saíram as primeiras DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) e na próxima compra de alimentos para as escolas esses produtores poderão participar da concorrência de preços.

Agradeceu ao secretário de Agricultura Gilmar Weber e o técnico da Empaer, Augustinho que vem ajudando a encaminhar essas DAPs no INCRA.

Ainda parabenizou o prefeito por atender a sua indicação e fazer a instalação de iluminação pública na comunidade Alto Celeste.

Com relação à Moção de Repúdio feita à Energisa, ele disse que concorda e vem trabalhando a tempos para entender como ele um pequeno produtor rural de assentamento com uma casa apenas, paga quase R$ 1.5 mil enquanto amigos seus que tem fazendas muito maiores com oficina e várias casas pagam R$ 600.




COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM