POLÍTICA

Deputado de MT na lista de 8 traidores de Bolsonaro; partido segue "rachado"
POLÍTICA15/10/2019 13h49 Fonte: RD News






O presidente Jair Bolsonaro estaria na "bronca" com sete deputados federais, incluindo o mato-grossense Nelson Barbudo, e um senador do PSL. Entende que foi "traído" por eles. A afirmação é do colunista da revista Época, Guilherme Amado.

Além de Bardudo, Bolsonaro entende que os federais Delegado Waldir, Júnior Bozzella, Joice Hasselmann, Julian Lemos, Nereu Crispim e Felipe Francischini estão ao lado do presidente do PSL Luciano Bivar - que hoje, inclusive, é alvo de uma operação da PF em investigação sobre uso de candidaturas laranja.

Outro aliado de Bivar seria o senador Major Olímpio. A assessoria de Barbudo informa que ele está numa longa agenda em Brasília, mas que vai se pronunciar sobre o assunto até o final do dia.

Bolsonaro e Bivar estão em rota de colisão. E, na semana passada, alguns parlamentares assinaram uma carta de desagravo a Bolsonaro. Na lista não consta o nome de Barbudo que tem se mantido, ao menos em público, fiel aos dois: Bolsonaro e Bivar.

Na semana passada, por exemplo, gravou um vídeo em que reforça sua fidelidade a Bolsonaro. "Tudo que falaram na imprensa, que eu abandonei Bolsonaro, é mentira. Acontece que sou político de primeiro mandato, mas tenho experiência suficiente para não me envolver em picuinhas, que podem prejudicar o meu presidente Jair Bolsonaro", justifica.

Nesta linha, alega que o presidente sabe que pode contar com ele no Congresso. “Sabe da minha fidelidade. Sabe que meus votos são 100% com o governo”.

Sem citar nomes, mas possivelmente numa referência a Eduardo Bolsonaro, Barbudo diz que, na calada da noite, como um príncipe, “um covarde, um deputado que entrou de primeiro mandato, e já fez uma lista pra derrubar o presidente Bivar, eu não participo de covardia”, assevera, garantindo fidelidade ao presidente do PSL.

E, depois completa: “sou Bivar sim porque ele é o presidente do meu partido, ele me deu legenda, deu legenda para Bolsonaro, pro Eduardo, pro Flávio, enfim, Bivar foi o homem que salvou o Brasil. Bolsonaro não tinha partido e ganhou a legenda” – veja vídeo.


Confira o vídeo:






COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM






POLÍTICA  |  07/11/2019 - 08h


POLÍTICA  |  06/11/2019 - 09h